Ruminantes de memórias: sentimentos, experiências e silêncios deliberados

  • João Carlos Tedesco

Resumo

O texto analisa horizontes subjetivos da memória bem como o seu uso político; demonstra que lembrança e esquecimento são indissociáveis e indissolúveis, estão ligados entre si; podem servir para múltiplas intenções e funções. Esquecimentos podem ser deliberados, como também lembranças passam a ser seletivizadas. Daremos ênfase à questão dos ressentimentos individuais e coletivos demonstrando que há sentimentos de memória que são profundos, intensos e difíceis de apagar. Nesse sentido, tanto a lembrança, quanto o esquecimento são dinâmicas que servem para ajustar o passado com o presente. Palavras-chave: Memória. Ressentimento. Poder político.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2013-12-16
Como Citar
Tedesco, J. (2013). Ruminantes de memórias: sentimentos, experiências e silêncios deliberados. Revista História: Debates E Tendências, 13(2), 343-353. https://doi.org/10.5335/hdtv.13n.2.3724