ASPECTOS SETORIAIS DO DESENVOLVIMENTO DA REGIÃO DA PRODUÇÃO GAÚCHA TCHÊ: 1939-88

  • Marco Antonio Montoya Universidade de Passo Fundo (UPF)

Resumo

O presente artigo analisa o desenvolvimento econômico da Região de Produção de RS, inserida no modelo de industrialização da economia gaúcha e brasileira, no período de 1939-1988. A analise descreve o processo de transformação da estrutura econômica da Região de Produção e alguns aspectos do movimento de emancipação, que dera origem a seus “novos municípios”. Identificou-se um paradoxo: as altas taxas de crescimento da renda dos novos municípios, do período 1970-1988, anularam-se frente a concentração do desenvolvimento nos principais ou “tradicionais” municípios, o que estabeleceu limites para uma participação relativa mais significativa dos “novos municípios” na Região da Produção.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marco Antonio Montoya, Universidade de Passo Fundo (UPF)
Economista pela UPSMP de Lima-Peru. Mestre em Economia Rural pela UFRGS-IEPE. Professor da UNOESC.Professor da UPF-Faculdade de Economia e Administração
Como Citar
Montoya, M. (1). ASPECTOS SETORIAIS DO DESENVOLVIMENTO DA REGIÃO DA PRODUÇÃO GAÚCHA TCHÊ: 1939-88. Revista Teoria E Evidência Econômica, 1(01). https://doi.org/10.5335/rtee.v1i01.4202