A interação dos atores públicos e privados no Corede produção do estado do Rio Grande do Sul: uma medida de cooperação

  • Eduardo Belisário Finamore
  • Marco Antonio Montoya
  • Nadia Mar Bogoni
  • Rosálvaro Ragnini
  • Willian Ragnini

Resumo

Este estudo teve como objetivo identificar, na Região da Produção, os agentes de desen-volvimento e seu nível de interação ou cooperação existente. Para isso, foi construído um “sócio programa”, ou matriz interinstitucional, que envolve informações de 23 municípios, 95 organizações com personalidade jurídica e 250 lideranças. Utilizando o software Elite, disponibilizado pela Cepal, verificou-se que os principais agentes apoiadores para o proje-to de desenvolvimento regional são as prefeituras, os hospitais e a Universidade de Passo Fundo. Os indicadores de cooperação, indefinição e neutralidade revelam que na maioria das instituições há um alto nível de relacionamento. Contudo, conclui-se que a região deverá avançar em suas relações de forma a se estabelecer uma governança saudável em torno de projetos de desenvolvimento regional. Palavras-chave: Desenvolvimento econômico regional. Matriz interinstitucional. Partici-pação da sociedade civil. Região da produção.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2011-03-01
Como Citar
Finamore, E., Montoya, M., Bogoni, N., Ragnini, R., & Ragnini, W. (2011). A interação dos atores públicos e privados no Corede produção do estado do Rio Grande do Sul: uma medida de cooperação. Revista Teoria E Evidência Econômica, 17(36). https://doi.org/10.5335/rtee.v17i36.4235

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##

1 2 3 > >>