Inovações e estratégias de cooperação e competição no biodiesel: o caso de fornecedores de óleo vegetal à BsBios – Passo Fundo - RS

  • Silvana Saionara Gollo

Resumo

A perspectiva de utilização do biodiesel em larga escala tem exigido das empresas ligadas à cadeia produtiva do biodiesel a incorporação de novas tecnologias e a redefinição de estratégias de competição e de cooperação. Visando gerar conhecimentos sobre a cadeia produtiva do biodiesel, este artigo tem como objetivo identificar quais são as inovações e as estratégias de cooperação e competição que os fornecedores de óleo de soja estão incor-porando para atender à demanda de óleo vegetal a base de soja da BsBios para a produção de biodiesel. Para alcançar os objetivos propostos elaborou-se um estudo exploratório e qualitativo do tipo estudo de caso, com um formulário de pesquisa com perguntas abertas e fechadas, aplicado aos fornecedores de óleo de soja da empresa BsBios. Os resultados apontam que as empresas fornecedoras desenvolveram inovações em produto, processo, distribuição e gestão. Em relação ao tipo de inovação, foram identificadas as incrementais e as radicais. As estratégias desenvolvidas são de competição e de cooperação, sobres-saindo-se as alianças estratégicas. Fica evidenciado que o sucesso tanto dos fornecedores como da cadeia produtiva do biodiesel está diretamente relacionado com a integração dos demais agentes da cadeia, tais como agricultores, cooperativas e cerealistas, os quais são responsáveis pelo suprimento da matéria-prima para a cadeia. Palavras-chaves: Inovação. Estratégia. Cooperação. Competição. Biodiesel.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2010-03-01
Como Citar
Gollo, S. (2010). Inovações e estratégias de cooperação e competição no biodiesel: o caso de fornecedores de óleo vegetal à BsBios – Passo Fundo - RS. Revista Teoria E Evidência Econômica, 16(34). https://doi.org/10.5335/rtee.v16i34.4261