A evolução da agroindústria de laticínios no Brasil com base nos indicadores de estrutura, conduta e desempenho

  • Evandro Sadi Vargas
  • Joel Fiegenbaum

Resumo

O presente artigo analisa as mudanças estruturais da indústria de laticínios no Brasil e nos estados do RS, SC e MG no período de 1996 a 2010. Tem como método o modelo de estrutura da conduta e desempenho (ECD) para verificar a evolução da estrutura por meio do cálculo da razão de concentração e de indicadores técnico-econômicos, bem como as estratégias de Porter para a análise da conduta e do desempenho da agroindústria de laticínios. Os resultados mostram uma estrutura de oligopólio pouco concentrada com margens de custos de produção estáveis. Quanto à evolução da conduta pode-se dizer que houve diversificação da produção e diferenciação dos produtos. A análise do desempenho demonstrou que houve uma melhoria na eficiência produtiva tanto para o Brasil, quanto para os estados pesquisados, demonstrada pelo aumento da produtividade do trabalho. O estado de SC teve aumento do desempenho na produtividade do trabalho e na retenção de lucros. Os estados do RS e de MG apresentaram maior eficiência produtiva nos demais indicadores, refletindo em um desempenho superior em relação à SC. Palavras-chave: Evolução estrutural. Desempenho de indicadores técnicos e econômicos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Evandro Sadi Vargas
Mestrando pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) no Programa de Pós-Graduação em Economia e Desenvolvimento
Joel Fiegenbaum
Mestre em Economia pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) - Programa de Pós-Graduação em Economia e Desenvolvimento
Como Citar
Vargas, E., & Fiegenbaum, J. (1). A evolução da agroindústria de laticínios no Brasil com base nos indicadores de estrutura, conduta e desempenho. Revista Teoria E Evidência Econômica, 20(42). https://doi.org/10.5335/rtee.v20i42.4475