Avaliação de contratos em agroindústrias processadoras de tomate em Goiás

  • Paulo Eterno Venâncio Assunção
  • Alcido Elenor Wander

Resumo

Este artigo tem o objetivo de analisar os contratos da tomaticultura em Morrinhos, Goiás, sob a ótica da Nova Economia Institucional. O referencial teórico adotado fornece os conceitos de custos de transação e estruturas de governança. Os dados utilizados foram provenientes dos contratos referentes ao fornecimento de matéria-prima de três indústrias de processamento situadas em Morrinhos. Observou-se que os contratos de fornecimento têm sido um importante instrumento, tanto para as indústrias processadoras, que podem contar com a produção constante e em padrões previamente especificados, quanto para os produtores rurais, que têm na agroindústria a segurança de comercialização da sua produção. Os contratos de fornecimento podem ser considerados de média especificidade de ativos, com transação frequente e reduzida incerteza. Palavras-chave: Nova Economia Institucional, Contratos, Atributos das Transações, Tomaticultura.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Como Citar
Assunção, P., & Wander, A. (1). Avaliação de contratos em agroindústrias processadoras de tomate em Goiás. Revista Teoria E Evidência Econômica, 20(42). https://doi.org/10.5335/rtee.v20i42.4478