Índice de propensão à desertificação no Estado do Ceará

  • Rogério Soares Barbosa
  • Kilmer Coelho Campos

Resumo

O presente estudo objetivou elaborar um índice de propensão a desertificação (IPD) para municípios do estado do Ceará com base em técnicas de análise multivariada. Os dados de natureza secundária foram coletados do Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (IPECE, 2009) abordando variáveis referentes a fatores naturais e antrópicos. Foram selecionados 10 municípios vizinhos e de alto risco a desertificação no Ceará. Os resultados mostraram que os indicadores que mais influenciaram quanto a propensão a desertificação foram os fatores climáticos e os fatores antrópicos causados pelo homem, tais como a expansão da fronteira agrícola, a superexploração dos minifúndios e o aumento do rebanho de ovinos e caprinos, os quais provocam um aumento da compactação do solo pela forte pressão sobre o pasto existente, que vai ao longo dos anos provocando a desertificação. Palavras-chave: Fatores naturais e antrópicos; análise fatorial; Ceará.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Como Citar
Barbosa, R., & Campos, K. (1). Índice de propensão à desertificação no Estado do Ceará. Revista Teoria E Evidência Econômica, 20(42). https://doi.org/10.5335/rtee.v20i42.4480