Os pilares da liderança e o modelo situacional: a influência do líder na formação de equipes de alta performance e nos resultados

  • Márcio Marins
  • Paula Elisângela Martins
  • Cássia Aparecida Pasqual

Resumo

Este artigo tem o objetivo identificar os modelos de liderança utilizados pelas empresas General Sports Ltda. e General Surf Ltda., com base na Teoria da Liderança Situacional e nos Quatro Pilares da Liderança, e também de estabelecer um comparativo entre os efeitos desses modelos, para, por fim, analisar o impacto de como distintas formas de liderança podem influenciar nos resultados organizacionais e no desempenho de suas equipes. Para isso, a metodologia utilizada foi um estudo de caso dividido em três etapas: a observação direta e enquadramento do modelo de liderança aplicado por cada um dos gestores de vendas das empresas na Teoria da Liderança Situacional, a análise documental sobre os resultados financeiros e os índices de turnover das suas equipes e, finalmente, o comparativo entre as empresas para ambos os indicadores. Como resultados principais, pode-se constatar que o modelo de liderança tradicional, baseado no modelo de comando e controle, foi responsável pelo aumento no índice de rotatividade e pela redução nos resultados financeiros da General Sports Ltda. Em contrapartida, verificou-se que práticas de liderança voltadas ao compartilhamento do conhecimento e à delegação das atividades, adotadas pela gestão da General Surf Ltda., possibilitaram aumento no desempenho organizacional e individual. Palavras-chave: Liderança Situacional. Quatro Pilares da Liderança. Equipes de alto desempenho.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2017-03-09
Como Citar
Marins, M., Martins, P. E., & Pasqual, C. A. (2017). Os pilares da liderança e o modelo situacional: a influência do líder na formação de equipes de alta performance e nos resultados. Revista Teoria E Evidência Econômica, 22(46). https://doi.org/10.5335/rtee.v22i46.6759