Origem, causas e impactos da crise financeira de 2008

  • Alícia Cechin
  • Marco Antonio Montoya

Resumo

A crise demonstra uma situação anormal, pois ela não rompe apenas com a prosperidade recebida e desfrutada até o momento, mas também cria um conjunto de escassez e de dificuldades para a grande maioria dos envolvidos. A ocorrência de uma crise financeira pode-se entender resumidamente como conturbações na economia, fundamentadas por eventos econômicos. A crise de 2008 representou uma mudança na história do capitalismo, atingiu todos os mercados, do monetário ao de crédito, das bolsas de valores à de mercadorias. Ela alcançou o âmbito internacional e foi muito intensa, gerando um indício da escassez global de liquidez em dólares e tornando pior os termos de troca, devido à queda dos preços das commodities. A bolha financeira americana foi considerada a maior, desde a grande depressão de 1929. Palavras-chave: Causas. Consequências. Crise de 2008. Impactos.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2017-09-08
Como Citar
Cechin, A., & Montoya, M. (2017). Origem, causas e impactos da crise financeira de 2008. Revista Teoria E Evidência Econômica, 23(48). https://doi.org/10.5335/rtee.v23i48.7363

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##

1 2 > >>